Entrada de Brasileiros na Tailândia em 2021 – Regras

A Tailândia está aberta para brasileiros? Brasileiros podem entrar na Tailândia sem a quarentena? Atualizado em dezembro de 2021

Atualização Importante!

O artigo abaixo explica as regras e requisitos para o turismo na Tailândia de acordo com os 2 programas que estavam liberados para o turismo no país: programa Test & Go e Programa Sandbox.

Entretanto, no dia 22 de dezembro, o governo da Tailândia suspendeu a aplicação do Thailand Pass (formulário que aprova a entrada de turistas no país) para os programas Test and Go e Sandbox, com excessão de Phuket Sandbox, Krabi Sandbox (Phi Phi, Ao Nang e Railay) e Samui Sandbox (Koh Samui, Koh Phangan, Koh Tao).

Os dois programas, tanto Sandbox, quanto Test & Go, estão mais bem explicados na sequência do artigo.

A suspenção em alguns dos programas foi anunciada até segunda ordem. Porém, qualquer mudança ou novas atualizações podem acontecer conforme o desenrolar da pandemia. As supensões em alguns dos programas foram motivadas devido ao pico de casos relacionados à nova variante.

De acordo com o governo do país, quem já tem o Thailand Pass aprovado poderá entrar normalmente conforme o programa aplicado.

Sendo assim, para quem não aplicou, por enquanto, fica liberado aplicar o Thailand Pass sem a necessidade de quarentena no hotel pelos programas Sandbox em Phuket, Krabi, ou Koh Samui.

Para fazer o Sanbox em Phuket, é necessário entrar pelo país pelo aeroporto de Phuket (não é permitido fazer conexão em Bangkok. Para fazer o Sandbox na região de Krabi é necessário entrar no país pelo aeroporto de Phuket e, a forma mais viável, é pegar uma van privada de Phuket para Krabi na sequência. Para fazer o Sandbox em Samui, o voo deve entrar na Tailândia pela ilha de Samui, ou, nesse caso, existe uma possibilidade de conexão em Bangkok em condições bem específicas (os 2 voos no mesmo ticket e o voo deve ser da Bangkok Airways e com uma numeração específica).

Para entrar na Tailândia por outras regiões do país, como Bangkok, continua sendo possível aplicar o Thailand Pass, porém, fazendo quarentena de 7 dias no hotel.

Leia todo o artigo para entender melhor os programas Test & Go e Sandbox e os requisitos para a entrada na Tailândia antes das suspenções motivadas pela nova variante!

Para saber em detalhes as regras e requisitos para a entrada na Tailândia neste exato momento, assim como os detalhes do funcionamento de todos os programas Sandbox que continuam liberados, confira nosso artigo atualizado aqui!


No atual momento, cada país tem adotado regras e medidas diferentes para a entrada de turistas dependendo do seu país de origem. Nesse artigo, atualizamos de maneira detalhada e objetiva os requisitos e regras para a entrada de brasileiros na Tailândia durante a pandemia.

A Tailândia, na data de hoje, divide os turistas em duas categorias de acordo com o país de qual ele virá: países de baixo risco e países de médio/alto risco. No momento, existem 63 países na lista de baixo risco, a qual o Brasil ainda não faz parte.

grupo de brasileiros em uma praia deserta na Tailândia
Galera Brazuca em uma das praias da Tailândia

Como funciona a entrada de turistas brasileiros na Tailândia durante a pandemia?

Desde de outubro de 2021, turistas vacinados – vindo do brasil ou de qualquer parte do mundo – já podem entrar na Tailândia sem a necessidade de quarentena no hotel. Contudo, para que isso seja possível, é preciso que algumas regras e pré-requisitos, que explicaremos adiante, sejam respeitados.

  • Importante ressaltar que nesse momento as regras e normas tem sido flexibilizadas e atualizadas de maneira constante. Sempre que houver novidades, a Phi Phi Brazuca irá informar pelo nosso Instagram. Nos acompanhe para se manter atualizado(a)!

Entrada de turistas brasileiros não vacinados na Tailândia (brasileiros não vacinados precisam fazer a quarentena no hotel)

Para turistas, brasileiros ou não, que não tomaram as duas doses da vacina, é necessário fazer quarentena no hotel, independende de por onde se entre na Tailândia.

O período da quarentena no hotel pode variar de acordo com a maneira que o viajante entrou pela Tailândia. Caso o acesso seja por via aérea, o período de quarentena será de 10 dias no hotel. Caso o acesso seja por via terrestre, o período de quarentena será de 14 dias.

Entrada de turistas brasileiros vacinados (A Tailândia está aberta sem a quarentena no hotel)

Turistas que já tomaram as duas doses da vacina (a segunda dose precisa ser pelo menos 14 dias antes da viagem) podem entrar na Tailândia sem fazer a quarentena no hotel. Entretanto, nesse caso, existe uma regra a ser seguida: os 7 primeiros dias de estadia na Tailândia devem ser passados na região/província por onde o turista entrar no país (explicamos mais adiante no artigo).

O nome dado para esse programa é Sandbox. É possível deslocar, fazer os passeios e aproveitar a determinada região, mas não é permitido se deslocar para outra região da Tailândia antes de completar esse período inicial.

Lembrando que no atual momento, conforme dito na introdução do artigo, alguns dos programas Sandbox, como em Bangkok, por exemplo, estão suspensos devido ao pico de casos da nova variante Ômicron.

  • Caso tenha qualquer dúvida sobre o tema, ou queira informações relacionadas à Tailândia, nos envie uma mensagem pelo WhatsApp. Será um prazer ajudar!

Importante!

A Phi Phi Brazuca tem uma agência brasileira na Tailândia, com sede em Koh Phi Phi, com brasileiros sempre presentes para atendê-lo(a).

Organizamos os passeios turísticos pelo país (incluindo passeios com guia em português) e damos suporte aos brasileiros que planejam vir à Tailândia.

Entre em contato caso precise de qualquer tipo de informação ou ajuda. Será um prazer ajudar!

Conheça as opções de passeios pela Tailândia

Entrada de turistas (vindos do Brasil) na Tailândia sem a quarentena no hotel.

Como mencionado anteriormente, existem algumas regiões específicas onde os turistas vacinados podem passar os primeiros dias na Tailândia sem ter a necessidade de fazer a quarentena no hotel.

Phuket, que é a maior ilha do país, foi a primeira província a reabrir no modelo Sandbox, em julho de 2021. Na época, era possível entrar na Tailândia sem a necessidade de quarentena no hotel apenas se a entrada na Tailândia fosse pela ilha de Phuket.

A partir de novembro de 2021, 17 províncias foram abertas no modelo Sandbox (conforme imagem abaixo), com os turistas – incluindo os que vêm do Brasil – liberados a passar os 7 primeiros dias em uma delas.

lista com as províncias liberadas para o programa Sandbox na Tailândia
Províncias/regiões liberadas para os 7 primeiros dias no programa Sandbox

Sendo assim, quem vier do Brasil, no atual momento, pode passar os primeiros dias de estadia na Tailândia em uma destas 17 províncias (com a atual suspensão devido aos casos de Ômicron, continuam abertos os Sandbox de Phuket, Krabi e Phi Phi, até segunda ordem). É importante observar que, para entrar e poder cumprir o período de Sandbox em cada região, existe um mod

elo com algumas condições e logísticas específicas.

Não é possível, por exemplo, entrar por Bangkok e pegar um conexão para cumprir os 7 dias nas ilhas de Phuket ou Phi Phi (existe uma pequena excessão de conexão em Bangkok para passar os 7 dias na ilha de Koh Samui, mas em condições bem especiais). Caso entre por Bangkok, será necessário passar os primeiros dias em Bangkok, ou ir para uma das províncias adjacentes, com o traslado disponibilizado pelo hotel reservado para o período Sandbox.

Caso o turista entre na Tailândia pela ilha de Phuket, por exemplo, ele pode ficar os primeiros dias em Phuket ou pegar uma van (privada) no mesmo dia e ficar o período inicial na região de Krabi.

Apenas reforçando que não é preciso fazer quarentena no hotel. O turista está livre para aproveitar a região Sandbox, fazer os passeios e circular livremente pela região. Após o sétimo dia o turista fica livre para viajar para região que quiser no país, pelo tem que quiser.

Para saber mais detalhes sobre cada um dos possíveis modelos de entrada na Tailândia sem a quarentena no hotel, confira o artigo sobre a atual situação das fronteiras e turismo na Tailândia.

Existe uma grande expectativa quanto aos próximos passos no plano de reabertura e flexibilização do turismo na Tailândia. Com o atual ritmo e avanço da vacinação, se espera que a Tailândia possa ir flexibilizando suas atuais regras de maneira mais rápida a partir de agora.

Quarentena na Tailândia. Termômetro utilizado para medir temperatura

Pré-requisitos e restrições para a entrada de brasileiros na Tailândia durante a pandemia de COVID:

  • Realizar a compra do seu voo. É importante verificar onde fará a sua conexão e se tem alguma restrição para brasileiros.
  • Ter as 2 doses da vacina de COVID (para não fazer quarentena no hotel). A segunda dose precisa ser tomada pelo menos 14 dias antes da viagem.
  • Passaporte com validade de 6 meses.
  • Reservar os primeiros dias (Sandbox) em um hotel que esteja cadastrado na lista SHA+. Hotéis nessa lista são hotéis que cumprem as regras e normas sanitárias para receberem pessoas durante esse momento, como mais de 70% dos funcionários vacinados, por exemplo.
  • Fazer um seguro de viagem que cubra 50 mil dólares e que cubra despesas de COVID.
  • Fazer um teste RT-PCR antes da viagem. É necessário realizar o teste até 72 horas antes da viagem.
  • Fazer um teste RT-PCR na chegada à Tailândia (como precaução devido ao aumento de casos devido à Omicron, o governo tem exigído um novo exame antes do sétimo dia).
  • Turistas que vierem do Brasil, independentemente da pandemia, precisam apresentar o certificado internacional de vacina da febre amarela na chegada à Tailândia, por o Brasil ser uma área de risco.

Thailand Pass:

No atual momento, antes de vir à Tailândia é preciso solicitar o Thailand Pass. O Thailand Pass é uma autorização que o turista recebe para entrar no país. Somente após esse certificado aprovado é que é possível viajar para a Tailândia.

A ideia do Thailand Pass é garantir que o turista irá cumprir com todos os requisitos exigidos para entrar na país.

O seguro saúde e a reserva da hospedagem dos 7 primeiros dias precisam estar contratados para a aplicação do Thailand Pass.

Quanto a reserva do teste de PCR, que deve ser realizado na chegada à Tailândia, depende de onde vai ficar os primeiros dias. Se for em Bangkok, a maioria dos hotéis está oferecendo o valor do teste incluso na reserva (contatar o hotel escolhido, para orientação). Se for entrar por Phuket, por exemplo, deve ser reservado à parte (no nosso artigo sobre como aplicar o Thailand Pass, disponibilizamos o link).

Além de trabalhoso, o processo não é muito simples. O seguro não pode ser qualquer um, precisa estar explícito que cobre 50K dólares de gastos de COVID, e os hotéis precisam ser hotéis credenciados a receberem turistas nesse momento, de acordo com o tipo de estadia que irá reservar (quarentena no hotel ou não).

O certificado internacional da febra amarela, para quem vem do Brasil, não é necessário no momento da aplicação do Thailand Pass. O certificado deverá ser apresentado apenas no momento da chegada ao país.

O governo da Tailândia pede para que a aplicação do Thailand Pass seja feita pelo menos 7 dias antes da viagem. Porém, recomendamos fazer com uma antecedência maior para não ficar com prazo apertado, ou para o caso de poder reaplicar, se tiver o Thailand Pass rejeitado por algum motivo.

>>> Confira aqui um tutorial com o passo a passo de como aplicar o Thailand Pass.

Seguro Saúde para os requisitos exigidos pela Tailândia

A Tailândia exige um seguro saúde que cubra 50 mil dólares em despesas médicas, incluindo despesas de COVID. Nem sempre é fácil achar um seguro que cubra essa determinação específica de cobertura de COVID, e caso faça uma cotação de um seguro no Brasil, nessas condições, o seguro costuma ficar caro.

Essa é uma das perguntas que mais recebemos; a recomendação de um seguro saúde. Existem algumas empresas tailandesas que fizeram o seguro voltado para as exigências da Tailândia no momento. Esses seguros costumam ficar mais baratos e são sempre aceitos na hora de aplicar o Thailand Pass, além de oferecem um bom atendimento, caso seja preciso usá-lo por aqui.

Dentre as opções, temos recomendado o Luma Thailand Pass (clique para fazer uma cotação ou contratar o seguro). Para quem vem do Brasil tem ficado a opção mais em conta, além de cobrir os casos sintomáticos e assintomáticos.

Ao clicar no link acima, você deverá colocar a data da viagem e o país de partida. Em seguida, irão aparecer as opções de planos para contratar. A primeira opção, a mais barata (Lite Plan), é suficiente para as atuais exigências. Após fechar o seguro, vai receber no e-mail a apólice e o certificado. Para a aplicação do Thailand Pass será necessário o número da apólice e fazer o upload do certificado apenas.

  • Entre em contato com a Phi Phi Brazuca caso precise de informações, ajuda, ou suporte com a aplicação do Thailand Pass, ou com a vinda para a Tailândia nesse momento.

Faça parte dos nossos grupos de viagem para trocar dicas, tirar dúvidas e conhecer a galera Brazuca que está vindo para a Tailândia


Nos acompanhe pelo Instagram e Facebook para pegar todas as dicas e saber tudo sobre a Tailândia!

Entrada de turistas brasileiros na Tailândia vindos de países de baixo risco

Durante todo o artigo consideramos as regras para turistas vindos do Brasil. Caso o turista brasileiro resida e venha de um país de baixo risco, as regras passam a ser diferentes. A necessidade dos 7 dias iniciais, por exemplo, não será mais necessária. Se um turista brasileiro vier de um país considerado de baixo risco, após a chegada na Tailândia, ele irá precisar fazer apenas um exame de RT-PCR. Caso o resultado seja negativo, ele estará livre para circular para onde desejar.

Portugal está na lista de países de baixo risco. Turistas portugueses podem entrar sem a ncecessidade de passar nenhum dia em alguma região específica.

É preciso passar 21 dias consecutivos em uma região de baixo risco para poder entrar na Tailândia com as regras de um país de baixo risco.

Lembrando que estas regras são referentes ao programa Test & Go, que está suspenso até segunda ordem devido ao pico de casos da nova variante Omicron.

Confira também:


Esperamos ter ajudado com as informações que estava procurando. Caso ainda tenha dúvidas ou necessite de qualquer ajuda ou informação, entre em contato.

Caso queira conversar sobre os passeios, é só nos mandar uma mensagem também!

Compartilhe com um amigo

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook

Passeios pela Tailândia

Saiba mais sobre as diversas opções de passeios para conhecer o paraíso que é a Tailândia no melhor estilo possível!

4 respostas

  1. Boa tarde. Como eu sei se o hotel que reservei esta na lista SHA+? E obrigatoria a reserva de hotel nessa lista?

  2. O hotel precisa deste selo. Você pode confirmar se ele tem este selo onde fez a reserva, ou então entrar em contato com o hotel para confirmar se podem receber os hóspedes durante esse período. Recomendariamos entrar em contato direto com o hotel. Não se esqueça que caso entre por Bangkok, o exame RT-PCR também deve ser reservado juntamente ao hotel.

  3. Olá, sabe me informar se nao precisa cumprir a quarentena quem tomou as duas doses da Coronavac e a terceira de reforço da Astrazenica ? nesse caso é so cumprir o sandbox?

  4. A vacina da Coronavac é aceita normalmente. A exigência da Tailândia são 2 doses das vacinas aprovadas. n]Não existe, hoje, diferenciação para quem tomou 3 doses. Para quem tomou as 2 doses, devem ser seguidas as exigências conforme descritas no artigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.