Fim da Quarentena na Tailândia? Etapas para Reabertura do Turismo

Todos os passos para a reabertura do turismo internacional na Tailândia sem a quarentena obrigatória.

No dia 19/3 houve uma reunião entre membros do comitê do governo para discutir e definir um plano com algumas etapas que irão resultar no fim da quarentena obrigatória na Tailândia, possibilitando então, o iníco da reabertura do turismo em massa no país!

Após a reunião e com um plano definido, apesar de algumas respostas ainda em aberto, foram definidas três etapas a serem trabalhadas para que, em primeiro de outubro, a quarentena possa ser descartada:

  • Primeira etapa: De primeiro de abril até 30 de junho
  • Segunda etapa: de julho até setembro
  • Terceira etapa: a partir de outubro, com o fim da quarenta

Esse assunto é o de maior interesse para todos que pretendem visitar a Tailândia em um futuro breve. Sendo assim, tentamos aqui explicar melhor cada uma das etapas e o que elas podem significar.

Caio travels sentado em uma lancha em Pileh Lagoon em Koh Phi Phi
Pileh Lagoon em Koh Phi Phi

Etapa número 1: Redução do período de quarentena obrigatória na Tailândia

A partir do dia primeiro de abril, a Tailândia irá começar a flexibilizar as restrições relacionadas ao COVID, visando o resgate do turismo. Dessa forma, a primeira medida será a redução da quantidade de dias necessários para a quarentena obrigatória, que até então, são 14 dias.

  • Para pessoas com as duas doses da vacina, o período de quarentena cai para 7 dias.
  • Para quem ainda não tem as duas doses da vacina a quarentena cai para 10 dias.

Entretanto, para alguns países que sofrem com alguns dos tipos de variantes do vírus nesse momento, se mantém os 14 dias de quarentena, por precaução.

O Minístro da Saúde da Tailândia divulgou uma lista com 11 países que no momento não terão a quarentena reduzida para seus viajantes. O Brasil, apesar do momento delicado em que vive, não consta nessa lista. Ou seja, à princípio, a quarentena também será reduzida para os viajantes vindos do Brasil.

Lista com os 11 países que não terão a quarentena obrigatória reduzida para seus viajantes:

  • África do Sul
  • Zimbábue
  • Moçambique
  • Botsuana
  • Zâmbia
  • Quênia
  • Ruanda
  • Camarões
  • Congo
  • Gana
  • Tanzânia

Essa lista está sujeita à modificações com o decorrer da pandemia.

Mesmo no momento delicado em que o mundo se encontra, esse novo plano reforça o compromisso que a Tailândia tem de começar a retomar o turismo em massa a partir de outubro.

Porém, para quem tem o interesse de ficar um tempo maior e vir para a Tailândia nesse momento, enfrentando a quarentena com o novo período reduzido, seguem os requisitos à serem cumpridos para a entrada no país:

Lista de restrições e exigências para viajar à Tailândia:

  • Certificado de vacinação da COVID para viajantes já vacinados.
  • Certificado de Entrada – COE (Certificate of Entry). É preciso solicitar e ter um certificado (aprovado pela embaixada) autorizando a entrada. O certificado pode ser solicitado pelo site coethailand.mfa.go.th
  • Seguro de viagem com cobertura médica de 100mil USD para tratamento para Covid-19.
  • Compovação de reserva em um hotel para o período de quarentena.
  • Teste negativo de COVID de até 72 horas antes de viajar.

Os viajantes que vão passar 7 dias de quarentena terão de fazer um exame de COVID durante o período de quarentena. Já os viajantes em 10 dias de quarentena terão de passar por 2 exames de COVID antes de serem liberados da quarentena

>>>Se você planeja viajar para a Tailândia e gostaria de dicas de roteiro, confira nosso artigo com dicas para 7, 8, 15, 20 e 30 dias.

Grupo de brasileiros com uma bandeira do brasil após um passeio de barco pela Tailândia
Turistas brasileiros na Tailândia

Etapa número 2: Relaxamento das restrições e de medidas de controle na Tailândia.

A partir de julho, já com uma parte da população vacinada, a Tailândia espera acabar com algumas medidas restritivas dentro do próprio país.

Algumas regiões do país, por exemplo, com uma incidência maior COVID, estão classificadas como áreas de observação, com restrições mais rígidas que outras áreas. A partir de julho, essas medidas restritivas devem acabar.

O que se espera dentro do país, a partir de então, são cuidados como: distanciamento social, checagem de temperatura e etc.

>>> Confira aqui quanto custa viajar para a Tailândia.

Importante!

A Phi Phi Brazuca tem uma agência Brasileira na Tailândia, com sede em Koh Phi Phi, com brasileiros sempre presentes para atendê-lo

Além de toda ajuda e suporte em português, organizamos os passeios na ilha e temos parcerias em outras regiões da Tailândia para atender os brasileiros que viajam ao país

Confira nossos passeios em Phi Phi

Confira nossos passeios na Tailândia

Etapa número 3: Fim da quarentena obrigatória e ínicio da reabertura do turismo em massa na Tailândia.

O grande empecilho para a entrada de turistas na Tailândia, desde que o país abriu para o turismo internacional, sempre foi a quarentena. Sendo assim, o plano do país sempre foi retomar o turismo com o fim da quarentena em outubro.

Com este plano, a Tailândia apenas reafirma sua ideia inicial, diante da necessidade que o país tem pela volta do turismo internacional.

Apesar de o governo deixar claro que a intenção é liberar a entrada de turistas sem quarentena a partir de outubro, para essa última etapa, o governo ainda está trabalhando para definir como esse processo deverá ocorrer e quais as condições devem serem atendidas.

Ainda não é certo quais as condições devem ser atendidas para que que isso seja possível (como quais países ou vacinação, por exemplo).

Com o avanço da vacinação no mundo, a tendência é que novas informações, um pouco mais concretas, sejam detalhadas sobre o assunto e, assim que isto ocorrer, atualizaremos a todos.

Faça parte dos nossos grupos de viagem para trocar dicas, tirar dúvidas e conhecer a galera Brazuca que está vindo para a Tailândia


Nos acompanhe pelo Instagram para pegar todas as dicas e saber tudo o que acontece na Tailândia!

Proposta para reabertura do turismo sem quarentena na ilha de Phuket, a partir de julho.

No final de março começou a ser discutido um processo para o fim da quarentena e reabertura do turismo em uma das ilhas da Tailândia. A ilha em questão é Phuket, a maior ilha do país.

Essa abertura antecipada seria um “piloto” – um teste de como funcionaria a abertura do país em outubro. Além de servir com um modelo, a abertura de Phuket seria uma tentativa de já reativar o turismo na ilha e em outras ilhas próximas, que sofrem bastante com a ausência dos turistas.

Caso essa abertura seja confirmada, os turistas aptos a entrar sem quarentena precisariam já terem sido imunizados com as duas doses da vacina. Após a entrada na ilha, os visitantes poderiam aproveitar seus dias no local sem a necessidade de irem para um hotel fazer a quarentena. Entretanto, para se locomover e aproveitar outras ilhas, os visitantes teriam de ficar 7 dias em Phuket e fazer um exame de COVID no final. Além disso, os turistas teriam seus passos rastreados por um aplicativo.

Esse processo seria o primeiro passo na abertura do turismo em massa, uma vez que a quarentena não seria necessária. Porém, essa proposta ainda precisa ser oficializada. O plano é priorizar Phuket no processo de vacinação da Tailândia. Sendo assim, a ideia é que 60/70% possa estar vacinada para essa abertura.

Em breve o governo do país terá uma reunião em que esse processo será discutido e deveremos ter uma definição se este plano já será aprovado para julho. Ainda é preciso avaliar se o país terá capacidade de vacinar a população da ilha de Phuket como desejado. Outras informações como se todos os países seriam liberados a entrar – caso os visitantes estejam vacinados – ou não, também não foram divulgadas, ainda.

Assim que tivermos uma definição ou novidades, atualizaremos a todos!

Situação do turismo na Tailândia para brasileiros.

Com a expectativa de um maior acesso às vacinas e com a previsão do aumento considerável no ritmo da vacinação a partir do meio do ano, esperamos que o Brasil possa chegar ao fim do ano com grande parte de sua população vacinada, como planejado.

Isso facilitaria muito a viagem de brasileiros saindo do Brasil para a Tailândia ou para outros países do mundo. Porém, claro, tudo dependerá do desenrolar da pandemia e, como dito, vamos sempre mantendo todos atualizados.

O que tiramos de positivo dessas medidas anunciadas é que mesmo em um momento complicado no mundo em relação ao COVID, a Tailândia já começa a flexibilizar a entrada de turistas internacionais, o que reforça o compromisso que o país tem com a volta do turismo, assim que possível.


Esperamos ter ajudado com as informações que precisava. Caso tenha dúvidas ou necessite de qualquer ajuda referente a Tailândia, entre em contato com a Phi Phi Brazuca que será um prazer ajudar!

Deixe seu Comentário

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.